Networking – Posso pedir um favor?

1093
networking - posso te pedir um favor

 

Você costuma fazer favores?
Investe muito tempo se doando?
Se sente comprometido com o outro ou espera algo em troca?

networking

Em seu livro “Dar e Receber”, Adam Grant fala sobre “os perigos e as recompensas de dar mais do que se recebe” e conceitua três estilos de reciprocidade:

  • Tomador:  gosta mais de receber do que de dar. Coloca os interesses próprios à frente das necessidades alheias;
  • Compensador:  se empenha em preservar o equilíbrio entre dar e receber. Seus relacionamentos são regidos por troca de favores uniformes;
  • Doador:  prefere dar mais do que receber. É mais voltado para os outros e dedica mais atenção ao que pode oferecer.

Como em tudo na vida, cada estilo traz vantagens e desvantagens e os doadores acabam se sacrificando mais, muitas vezes sendo vistos como tolos, submissos e fracassados. Será?

Confesso que eu pensava assim porque sempre procurei ajudar as pessoas, da forma que fosse, dando o meu melhor, dedicando muito tempo e para mim os resultados não vinham. Algumas vezes me senti usada e manipulada, e cheguei a ouvir comentários desagradáveis por trás de atitudes supostamente polidas e diplomáticas.

Ao estudar o livro eu aprendi que existe diferença entre ser um Doador Altruísta, que tende a melhorar a vida dos outros renunciando ao seu próprio sucesso, e o Doador Alterista, que é o tipo que inverte o plano mais comum de conquistar sucesso primeiro e doar depois, sugerindo que quem doa primeiro em geral se posiciona melhor para o sucesso posterior. E dei meu pulo do gato.

Uma das dicas poderosas é o favor de cinco minutos. Hoje, analiso o tipo de ajuda, seja solicitada ou que eu sinta ser necessária, e me disponho a fazer pelo outro algo que leve cinco minutos ou menos. E dá para contribuir bastante e com melhor foco nesse curto espaço de tempo.

Então, se você sente que estão abusando da sua boa vontade, primeiro reflita quais atitudes pode e deve mudar, adotando práticas que preservem sua essência colaborativa sem prejudicar sua performance pessoal.

COMPARTILHAR
Raquel Rodrigues
Educadora Emocional, escritora, palestrante, facilitadora e networker por vocação. Atua como Promotora de Encantos na "Forma Encantada Treinamentos com Propósito" para ajudar pessoas a desenvolver Inteligência Emocional, Networking e Relacionamento.